Garrafa x Lata – saiba qual a melhor opção para cervejas

74

Por Rodolfo Bosqueiro

Com o aumento do número de cervejarias envasando seus produtos em latas, um antigo (e polêmico) debate volta à tona: Qual é o melhor recipiente para cerveja – lata ou garrafa?

Esqueça tudo o que você ouviu por aí dos beer geeks, e vamos aos fatos que irão te ajudar a definir quem é a verdadeira vencedora dessa batalha histórica pelo cinturão de melhor embalagem para sua cerveja.

Proteção

Os maiores inimigos da cerveja são: luz, oxigênio e calor. Estes três fatores podem (e vão) modificar suas propriedades e trazer aromas e sabores indesejáveis à sua bebida.

As garrafas de vidro âmbar bloqueiam a maioria das ondas de luz que danificam sua cerveja, diferente das garrafas verdes, transparentes ou de outras cores mais claras, que permitem uma incidência maior de luz.

Com as latas, essa exposição não existe, mas onde elas realmente levam uma grande vantagem é no controle de oxigênio.

As latas apresentam uma vedação perfeita e hermética, sem deixar o headspace (espaço com oxigênio que fica entre o líquido e a tampa) que a cerveja engarrafada precisa ter.

Portanto, se o objetivo é garantir que a sua cerveja tenha o maior frescor possível devido à oxidação, a lata é definitivamente a embalagem ideal.

Vencedora na categoria: lata

Peso, manuseio e logística

O peso aproximado de um six pack de latas de 355ml de cerveja é de 2,27Kg. Já o de um six pack de garrafas de 355ml (long necks) é de 3,40 Kg.

A diferença pode parecer insignificante, mas se imagine carregando algumas caixas de cerveja para um churrasco, ou trazendo aqueles rótulos que você tanto queria de outro país em sua mala.

Sem contar que as latas também são menores e mais fáceis de empilhar do que as garrafas, facilitando muito o armazenamento e a logística de maiores quantidades.

Agora, imagine você levando duas sacolas cheias de garrafas para o churrasco do final de semana e o fundo de uma delas acaba estourando… Poisé, uma garrafa de vidro provavelmente não iria chegar intacta depois desse acidente.

Esse fator é muito significativo em grandes eventos, ou bares e restaurantes, que têm um descarte de embalagens mais volumoso. As latas se tornam mais seguras para o manuseio tanto dos clientes quanto dos trabalhadores.

Vencedora na categoria: lata

Impacto ambiental

As latas, sendo menores e mais leves, diminuem consideravelmente o gasto de combustível para transporte de uma quantidade maior. O processo de reciclagem do alumínio também é muito mais fácil e barato que o do vidro. Portanto…

Vencedora (de lavada) na categoria: lata

Técnicas tradicionais de fabricação

Muitos estilos de cerveja (principalmente as belgas) são refermentadas em garrafa, ou seja, as leveduras continuam a produzir CO2 mesmo depois de envasadas.

Essa segunda fermentação não poderia acontecer dentro das latas, que correm o risco de explosão em um processo como esse (e você já deve ter ouvido falar disso ter acontecido por aí, não é?).

Para esse tipo de técnica, as garrafas mais robustas e rolhadas são a única opção.

Vencedora na categoria: garrafa

Envelhecimento

Com a “popularização” do envelhecimento de cervejas em casa, muitos cervejeiros têm montado suas adegas com alguns exemplares que ficam descansando por anos antes de serem degustadas.

Mas dificilmente se ouve sobre uma lata de cerveja sendo retirada da adega depois de alguns anos para ser apreciada.

Isso provavelmente acontece por alguns motivos: os tipos de cerveja com potencial de envelhecimento dificilmente são os mesmos das cervejas que são enlatadas; e a falta de headspace já mencionada aqui também pode ser um fator de alteração no modo de evolução dessas cervejas.

Portanto, até que mais pesquisas sejam feitas nesse quesito…

Vencedora na categoria: empate (por enquanto)

Tradicionalismo

O ritual de retirada do aramado e do estouro de uma rolha é algo que ainda mexe com subconsciente de um apreciador de qualquer bebida.

Pode notar, se você estourar uma rolha – pode ser até de uma bebida de baixa qualidade – em uma reunião com amigos, facilmente um ou outro (ou todos) vão soltar um sonoro: Ohhh!

Naquele momento, o que importa é o prazer de ouvir o estouro, que antecede a degustação e que imediatamente remete nosso pensamento a uma celebração, ou no mínimo a algo positivo.

Ninguém estoura uma rolha para comemorar uma notícia ruim.

Compartilhar uma garrafa de 750ml também é parte desse ritual, de trazer outras pessoas para perto e dividir o momento bebendo a mesma cerveja, da mesma garrafa, com as mesmas características em todas as taças. Enquanto uma lata é – geralmente – uma “celebração solitária”.

Vencedora na categoria: garrafas (rolhadas)

E as vencedoras do cinturão de melhor embalagem para cervejas são: as LATAS!

Na verdade, quem vai decidir qual é o melhor recipiente para sua cerveja, vai ser você. A ideia aqui é simplesmente dar as diretrizes que te permitam analisar com maior clareza e objetividade entre as opções.

O mais importante é sempre ter uma boa cerveja dentro da embalagem. Por isso temos centenas de opções de cervejas incríveis em latas e garrafas (inclusive rolhadas) na loja virtual da The Beer Planet, é só clicar aqui , escolher as suas e recebe-las no conforto da sua casa!

Saúde!

COMPARTILHAR